(This content is available in Portuguese only)

 

Alunas gestantes

Alunos externos

Aproveitamento de disciplinas cursadas anteriormente

Atos acadêmicos

Auxílio para participação em eventos científicos

Co-orientação acadêmica

Disciplinas eletivas

Disciplinas externas

Duração do curso

Financiamento de membro de banca

Trancamento

Prorrogação

Orientação acadêmica

 

Alunas gestantes:

Às alunas gestantes é assegurado o direito de realização de atividades acadêmicas em domicílio mediante solicitação à Comissão de Pós-graduação, entretanto tal procedimento não estende o prazo de integralização do curso.

 

Alunos externos:

Para cursar uma disciplina eletiva como aluno externo é necessário conversar diretamente com o professor da disciplina no início do período letivo para averiguar a possibilidade de cursar a disciplina desejada e, caso aceito, levar à Secretaria de Pós-graduação um comprovante de matrícula na sua instituição de origem e cursar normalmente a disciplina. Ao final do período, é necessário solicitar ao docente que envie a nota e conceito à Secretaria para emissão da declaração.

 

Aproveitamento de disciplinas cursadas anteriormente:

A critério da Comissão de Pós-Graduação do PPGSS, as disciplinas cursadas em outros Programas de Pós-Graduação stricto sensu credenciados pela CAPES, anteriores à matrícula no PPGSS e não contabilizadas para obtenção de Título de Mestre ou Doutor, poderão ser reconhecidas como disciplinas eletivas, respeitando-se o limite de até três disciplinas no Mestrado e de até duas disciplinas no Doutorado.

 

Atos acadêmicos:

Durante o curso, os alunos devem cumprir os atos acadêmicos correspondentes ao nível em que o aluno se encontra, sendo: no mestrado, defesa de projeto de dissertação (45 horas-aula); no doutorado, defesa de projeto de tese (90 horas-aulas) e avaliação de avanço de tese (90 horas-aula). O agendamento dos atos acadêmicos deve ser feito por meio do formulário A e entregues na Secretaria de Pós-graduação com antecedência mínima de 30 dias.

 

Auxílio para participação em eventos científicos:

Uma vez por ano, é possível que o discente solicite auxílio financeiro para participação de evento científico. O auxílio é feito por reembolso (após a realização do evento), mediante comprovante de apresentação do trabalho e seguindo os valores definidos para o ano-calendário correspondente.

 

Co-orientação acadêmica:

Em caráter excepcional, mediante exposição de motivos do orientador devidamente fundamentada na compensação de questões teóricas, de áreas temáticas de conhecimento, de reflexões ou de pesquisas, poderá a Comissão de Pós-Graduação designar um co-orientador para suprir estas demandas. Caso o co-orientador pertença ao corpo docente do PPGSS, este deverá estar credenciado no nível para o qual pretende prestar a co-orientação. Cabe à Comissão de Pós-Graduação do PPGSS analisar pedidos de co-orientação.

 

Disciplinas eletivas:

No curso de mestrado, o discente deve cursar 4 disciplinas eletivas de 45 horas-aula cada, em que ao menos duas delas devem estar vinculadas à área de concentração que congregar a linha de pesquisa ao qual o aluno estiver integrado. No doutorado, o discente deve cursar 2 eletivas de 45 horas-aula cada.

 

Disciplinas externas:

Os alunos que decidirem cursar disciplinas eletivas em outra unidade durante o prazo normal do curso podem fazê-lo, desde que observadas as condições no regulamento. A critério do professor orientador, disciplinas cursadas em outros Programas de Pós-Graduação stricto sensu credenciados pela CAPES poderão ter equivalência às disciplinas eletivas. A carga horária mínima para aproveitamento é de 45 horas-aula e o aproveitamento da carga horária das disciplinas cursadas em outros programas que ultrapassar a carga horária das disciplinas eletivas do PPGSS será avaliado pela Comissão de Acompanhamento Acadêmico, mediante parecer do orientador e preenchimento do formulário E.

 

Duração do curso:

O prazo normal para a defesa de dissertação é de 30 meses (5 períodos) e o prazo para a defesa de tese é de 48 meses (8 períodos). O período em que a matrícula permanece trancada não é contabilizado nesse prazo.

 

Financiamento de membro de banca:

O discente pode solicitar, apenas para a banca de defesa de dissertação ou tese, o financiamento da vinda de um membro titular da banca, mediante preenchimento do formulário F e apresentação de cópias dos documentos que forem solicitados, com no mínimo 30 dias de antecedência. Não é possível a participação em banca de um professor que esteja afastado e também não é possível o financiamento da vinda de um professor do próprio programa.

 

Trancamento:

O trancamento pode ser feito apenas durante o prazo normal do curso e deve ser solicitado até a véspera da Reunião da Comissão de Pós-Graduação imediatamente anterior à data limite estabelecida pelo Calendário Acadêmico Semestral da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da UFRJ (http://www.pr2.ufrj.br/calendarioAcademico), para a efetivação do trancamento de matrícula no Sistema Integrado de Gestão Acadêmica. Para isso, o formulário T deve ser preenchido e entregue na Secretaria de Pós-graduação e o pedido será analisado pela Comissão.

 

Prorrogação:

A prorrogação é solicitada quando o orientador e discente percebem que não será possível efetuar a defesa dentro do prazo normal, sendo assim, alunos de mestrado podem solicitar prorrogação por até seis meses e alunos do doutorado podem solicitar por até doze meses. Para isso, o formulário P deve ser preenchido e entregue na Secretaria de Pós-graduação juntamente com os documentos solicitados no próprio formulário até 30 dias antes do término do prazo normal do aluno.

 

Orientação acadêmica:

A solicitação de orientação acadêmica pode se dar por três modos: aceite do docente, com indicação de docentes ou sem indicação de docentes. Em todos esses casos, é necessário o preenchimento do formulário O e entrega na Secretaria de Pós-graduação para avaliação pela Comissão de Pós-graduação. No caso de troca de orientador, é necessário apresentar um termo de ciência do orientador anterior sobre a solicitação de alteração de orientação.

Ao orientador compete: elaborar o plano de estudo do aluno; orientar o aluno na inscrição em disciplinas; acompanhar o aproveitamento acadêmico do aluno; orientar o aluno na pesquisa de dados e/ou bibliográfica, para a elaboração do projeto de dissertação ou tese na linha de pesquisa na qual está inserido; orientar o aluno em todo o processo de elaboração da dissertação ou tese; presidir a banca examinadora dos atos acadêmicos e da dissertação ou tese.

PR2CNPqCAPESRevistaPV

UFRJ Programa de Pós-Graduação da Escola de Serviço Social
Desenvolvido por: TIC/UFRJ