O depósito de teses e dissertações deve seguir o Manual para Elaboração e Normalização de Dissertações e Teses da UFRJ. Sendo assim, a Biblioteca do CFCH, em adequação à Resolução CEPG nº 02/2002, modificada pela Resolução CEPG nº 01/2016, sobre a formatação e demais procedimentos para a preparação de dissertações de mestrado e teses de doutorado na UFRJ, esclarece:

Art. 1o – A dissertação de Mestrado ou tese de Doutorado é composta de três partes fundamentais: Pré-textual, Textual e Pós-textual.

Art. 2o – A parte Pré-textual corresponde aos elementos que antecedem o texto ou corpo principal e se compõe obrigatoriamente de capa, folha de rosto, folha de aprovação, folha da ficha catalográfica, resumo em português, resumo em língua estrangeira e sumário.

[...]

Parágrafo 3o – A Folha de Aprovação deve conter o título do trabalho, o nome do candidato, o(s) nome(s) do(s) orientador(es), os nomes dos membros da Banca Examinadora com as suas respectivas assinaturas, mês e ano da defesa, conforme mostrado no Anexo 3 [Res. CEPG 01/2016].

Art. 3o – A parte Pré-textual pode ainda conter Elementos Opcionais, tais como Dedicatória, Agradecimentos, Sinopse, Resumo em outra língua que não o Português ou a língua estrangeira escolhida, Listas de Siglas e Abreviaturas, Listas de Ilustrações, de Quadros e de Tabelas. Os Elementos Opcionais (Dedicatória, Agradecimentos, Sinopse, Resumo em outra língua que não o Português ou na língua estrangeira escolhida) devem ser incluídas após a Folha de Aprovação e anteceder o Sumário. Listas de Siglas e Abreviaturas, Listas de Ilustrações, de Quadros e de Tabelas devem ser apresentadas em folha distinta, após o Sumário, e relacionados neste último.

Paragrafo Único – As Listas de Ilustrações, Siglas, Abreviaturas, Quadros e Tabelas, quando existirem, devem conter as informações numa ordem pré-determinada (alfabética, numérica ou alfanumérica).

Art. 4o – A parte Textual ou corpo principal é composta de Introdução, Revisão da Literatura, Metodologia da Pesquisa, Resultados, Discussão e Conclusões. Esses itens podem aparecer isolados ou reunidos em um ou mais capítulos e devem ser preparados conforme as especificidades de cada área de conhecimento.

Art. 5º - A parte Pós-textual é composta de Referências Bibliográficas e, opcionalmente, de Anexos ou Apêndices contendo detalhamento de partes teóricas ou experimentais, cópias de trabalhos já publicados ou outras informações importantes para consubstanciar a parte Textual.

Cabe ainda destacar que a ficha catalográfica deverá ser incluída na versão impressa e digital das teses e dissertações e que as mesmas só serão aceitas, para inclusão de seus dados bibliográficos na Base Minerva pela Biblioteca do CFCH, com a folha de assinaturas preenchida por todos os membros da banca, obrigatoriamente.

A ficha catalográfica pode ser gerada automaticamente pelo site da biblioteca ou o discente pode, ainda, procurar a biblioteca do CFCH para tirar dúvidas antes da impressão final da tese ou dissertação.

 

PR2CNPqCAPESRevistaPV PrInt

UFRJ Programa de Pós-Graduação da Escola de Serviço Social
Desenvolvido por: TIC/UFRJ